Blazer de veludo

by Eduardo Lautert


Aproveitando mais uma vez que estamos na estação mais elegante de todas, nossa dica de hoje traz um verdadeiro clássico do guarda-roupas masculino.

O blazer de veludo é uma peça definitiva no dia a dia do homem moderno. Ele funciona como casaco, pois possui um tecido mais grosso e que protege melhor nos dias mais frios e ao mesmo tempo traz a elegância e a sofisticação de um blazer. Isso tudo, obviamente, depende do seu corte e das suas medidas, não se tornando nem uma peça folgada demais, com sobras de tecido - nem uma peça justa, que limita muito os movimentos e deixa evidente o tamanho menor.

Ultimamente é possível ver também o veludo incorporar trajes completos, não apenas a parte superior. Em dias frios, um conjunto de blazer e calça aveludados se torna uma alternativa elegante e confortável. Como podemos ver na galeria logo abaixo, eles também cumprem a função de sobrepor outras peças além de camisas e camisetas, como jaquetas, cardigans e etc.


Referência pra homem: Nacho Figueras

by Eduardo Lautert


Retornando com a quarta-feira das referências com um representante sul-americano.

Nacho Figueras é um jogador de polo nascido na Argentina, que hoje é considerado um dos 100 melhores do mundo. Ao mesmo tempo, Nacho também atua como modelo de importantes grifes internacionais, além de estampar as páginas de diferentes e renomadas revistas de moda, sendo também considerado um dos modelos mais importantes da atualidade. Aos 39 anos, ele representa um estilo mais clássico de se vestir.

A carreira no polo remete a um estilo mais rural, digamos assim. Embora rural aqui não signifique falta de elegância. Pelo contrário. Não só o polo é um esporte de elegância - no qual os atletas demonstram bastante bom gosto até mesmo em cima do cavalo, mas Nacho também surpreende pelas ótimas escolhas de ternos e acessórios para aparecer publicamente. A galeria logo abaixo ajuda a explicar tudo isso. E percebam como até as botas de montaria combinam muito bem com o estilo do atleta e seus figurinos.


O estilo do Glastonbury 2016

by Eduardo Lautert


Sim, caros leitores. O final de semana chegou ao fim. Assim como o Glastonbury.

Terminou ontem, na Inglaterra, mais uma edição do Glastonbury - aquele que para muita gente é o maior festival de música do mundo. Milhares de pessoas encararam chuva, lama e aquele tradicional clima cinzento da região para prestigiar artistas renomados como os citados abaixo. 

Portanto, com vocês, alguns dos destaques (positivos e negativos) do Glastonbury 2016:


Receita pra homem: fondue

by Eduardo Lautert


Sexta-feira, oficialmente inverno. Dia de apreciar as coisas boas da estação mais fria. Coisas como um belo e caprichado fondue.

Para começar, os apetrechos: o conjunto com panela, réchaud (fogareiro que mantém a panela aquecida) e garfos é o básico. Para receitas de fondue de queijo, chocolate ou outros doces, a panela deve ser de porcelana ou esmaltada - já que as de aço inox ou metal podem influenciar no sabor. A panela de metal pode ser utilizada para as receitas de carne. Dito isso, partamos para as receitas e dicas de preparo.

A receita tradicional de queijo leva emmental e gruyère, mas não tenhamos medo de variar um pouco com raclette, appenzeller, brie e gouda. Queijo Minas e ricota, embora mais saudáveis, não são recomendados pois não derretem. Para os amantes do gorgonzola, é bom lembrar do seu gosto forte, por isso a sugestão de misturá-lo com outro mais suave. O cálculo é de mais ou menos 200g de queijo por pessoa. Fujamos do pão. Legumes e verduras como tomate, cogumelo, batata, cenoura, brócolis são mais saudáveis e saborosos. E para quem se arrisca, uma colher de sopa de kirsch ou de vodka dão um toque interessante.

Fondue de carne geralmente pede filé mignon cortado em pequenos cubos, embora lombo de porco, peito de frango, carnes de caça, camarão e peixes empanados são alternativas interessantes. A carne demora cerca de 30 segundos para chegar ao ponto ideal. Depois, vale pensar em acompanhamentos. Além de molhos fortes como tomate e mostarda, opções como mel, geléias e outras variações podem combinar muito bem com o tipo de carne escolhido.

Ao fim, mas não menos importante, os doces. Embora a maioria das receitas se limite ao chocolate (aqui é bom misturarmos o ao leite com o meio amargo), chocolate branco e caramelo, é no acompanhamento que podemos ser mais criativos e ricos em termos de paladar. Frutas como banana, morango, abacaxi, uva, cereja e melão são clássicas e imbatíveis. Marshmallow, paçoca e até bolos e brownies servem como saborosas alternativas.

Bora para a cozinha preparar esse que é uma dos pratos mais elegantes do inverno.


Gravata de tricô

by Eduardo Lautert


Pera aí, tricô? Sim, tricô. Ou malha, se preferir.

Trata-se de um tipo de gravata muito popular nos anos 60, lá com os Beatles e outras bandinhas da época. Elas são feitas de fios grossos entrelaçados, quase parecendo um tricô feito pela vó.

Bem parecidas com a maioria das gravatas slim, pois são mais estreitas e de longe não se percebe os fios grossos, esse tipo de gravata geralmente termina com um corte reto embaixo e não com o tradicional 'V' da maioria dos outros modelos.

Claro que ela é um pouco mais informal, pois parece quase artesanal, mas a verdade é que é perfeitamente possível compor um visual arrumado com esse tipo de acessório. Ela contribui para aquela quebrada (no bom sentido) no conjunto, fica diferente e até mais alegre (menos sério). Como sempre, tente manter o nível das combinações, optando por uma uniformidade de cores na maioria das peças, como sempre indicamos aqui.

Vale a pena apostar, principalmente pra quem gosta de mudar um pouco o figurino e não tem medo de experimentar coisas novas.


Referência pra homem: Eric Rutherford

by Eduardo Lautert


Chegamos na quarta-feira mais uma vez muito bem acompanhados por uma referência de estilo.

Eric Rutherford é um modelo americano conhecido por editoriais e anúncios de grandes grifes internacionais e de presença constante em importantes eventos de moda ao redor do mundo. Sua conta no Instagram, por exemplo, possui mais de 120 mil seguidores e mostra que estamos falando de um homem digno do título de ícone.

Suas aparições públicas são sempre seguidas de figurinos inspirados. Seja na forma de ternos e costumes formais muito bem alinhados, ou na forma de opções mais informais, com peças mais despojadas. Sua variação de cores chama atenção, mas ocorre de forma elegante, já que seu bom gosto e sabedoria na hora de escolher cortes que favorecem o seu biotipo tornam até os tons e estampas mais chamativos em visuais elegantes. Uma breve olhada na nossa galeria abaixo e no seu perfil no Instagram (mrrutherford9) ajudam a contar essa história.


Aquecimento Glastonbury 2016

by Eduardo Lautert


É oficial. A temporada dos festivais de música pelo hemisfério norte começou. E um dos mais badalados, aguardados e tradicionais eventos de todos, começa amanhã na Inglaterra.

O Glastonbury, renomado festival de música que acontece anualmente no interior da Inglaterra começa amanhã e vai até domingo. Grandes nomes da música internacional como Muse, Tame Impala, Coldplay, Foals, Beck, The Last Shadow Puppets, ZZ Top, Two Door Cinema Club, Gary Clark Jr. e Jake Bugg preenchem o cartaz do line up.

Hoje é só um aquecimento, mas segunda-feira, dia 27, teremos aquele tradicional resumo de estilo do festival. E com esse line up, podemos todos esperar coisas boas.


Os 10 mais elegantes da NBA 2016

by Eduardo Lautert


O fim de semana chegou ao fim. Bem como a temporada do melhor basquete do mundo, na NBA.

Com o Cleveland Cavaliers sagrando-se campeão depois de uma virada histórica na série de 7 jogos, hoje é dia de avaliar termos mais estéticos do que técnicos dos principais jogadores da liga.

Com vocês, os 10 jogadores mais elegantes da NBA em 2016 (sem ordem, para não criar mais confusão):


Livro pra homem: Out of the Box: The Rise of Sneaker Culture

by Eduardo Lautert


E na nossa busca por uma biblioteca mais elegante e inspiradora, hoje temos mais uma dica de leitura.

"Out of the Box: The Rise of Sneaker Culture" apresenta tênis de meados do século 19 até as mais avançadas tecnologias de desempenho esportivo e consequentemente ícones culturais. Formada a partir da coleção do Museu Bata Shoe, importantes colecionadores particulares e museus de marcas como Adidas, Converse, Nike e Reebok, esta seleção é ricamente contextualizada com entrevistas e pesquisas de designers, colecionadores e até historiadores culturais, traçando um apanhado que aborda inovação técnica, tendências da moda, história social e campanhas de marketing ao longo dos últimos dois séculos.

O livro inclui tênis de épocas passadas como um modelo de corrida de 1860, um par de tracking de 1936, Air Jordans I-xx3, o original da Air Force 1, o primeiros Adidas Superstars até chegar nos modelos contemporâneos de figuras importantes da cultura e design moderno como Damien Hirst, Jeremy Scott, Jeff Staple, e Kanye West. Suas mais de 250 páginas também destacam os tênis e desenhos de protótipos que abrangem a carreira renomadas marcas de material esportivo, tornando-o um apanhado definitivo da história e da cultura sneaker


Referência pra homem: Andres Velencoso

by Eduardo Lautert


Retomando a nossa programação normal que persegue as principais referências de estilo para nós homens modernos, nosso escolhido de hoje vem da Europa.

Andres Velencoso é um modelo espanhol famoso por estampar campanhas de grifes internacionais como Banana Republic, Louis Vuitton, H&M, Chanel, Ermenegildo Zegna, Loewe e Jean Paul Gaultier, sendo considerado um dos principais nomes da área em todo planeta. E com todo esse currículo, Andres consegue manter um estilo neutro, discreto e, no melhor sentido da palavra, básico.

Suas aparições públicas são garantia de bons figurinos, mas sem nada de exageros no quesito estampas, cores vibrantes e etc. Não, seus visuais prezam pelo bom gosto no corte e nas combinações de cores mais sóbrias como preto, cinza, azul, marrom e branco. Seja na figura de ternos bem cortados, com sapatos clássicos e gravatas impecáveis, seja na figura de conjuntos mais casuais como jeans, camisetas e tênis. A galeria logo abaixo ajuda a explicar isso tudo:


Nós de cachecol: duas voltas

by Eduardo Lautert


Para agradecer a deliciosa permanência do inverno entre nós, aqui vai mais um post da categoria 'nós de cachecol'.

Depois de falarmos do nó parisiense, hoje é a vez do nó... ok, esse até não tem uma nacionalidade. Nem um nome próprio. Mas pode ser chamado de 'nó de duas voltas'. É um dos mais simples. E ao mesmo tempo é um dos mais elegantes e que mais protegem do frio.

Diferente do parisiense, ele não é um nó na sua essência. São duas voltas em torno do pescoço, deixando as duas extremidades para frente. Se o cachecol é muito comprido, é possível dar mais voltas, porém evite o excesso, que cria muito volume e um resultado não tão bacana. Se for muito curto, uma volta já funciona.

Cachecol é que nem gravata. Um bom nó pode fazer toda a diferença.


O estilo do Bonnaroo 2016

by Eduardo Lautert


Mais uma segunda-feira que começa com boa música e bons figurinos. É a temporada de festivais de música no hemisfério norte. Acostumem-se.

Terminou ontem, nos Estados Unidos, mais uma edição do prestigiado Bonnaroo - um dos mais importantes festivais do país e citado aqui anualmente. No line up, nomes importante do cenário musical internacional como Pearl Jam, LCD Soundystem, Macklemore e Ryan Lewis, John Mayer e outros.

Abaixo vão os destaques:


Dez camisas da Euro 2016

by Eduardo Lautert


Sexta-feira. Não bastasse o seu popular apelo emocional devido à chegada do final de semana, comemoramos hoje também o início do torneio de seleções mais importante da Europa.

Pensando nisso, separamos aqui 10 belíssimos mantos para ficar de olho durante a competição. Sem ordem, porque todas merecem o mesmo destaque:


Uísque com Jack Whitehall

by Eduardo Lautert


Quinta-feira. Para muitos, a nova sexta-feira. E se é assim, brindemos com esses elegantes senhores.

"Two Whiskies with Jack Whitehall" é o nome de um projeto da revista GQ britânica, que traz três importantes membros da cultura da terra da Rainha para um bate-papo com o comediante Jack Whitehall. Entre os assuntos, dicas e curiosidades sobre drinks, moda e outros assuntos do universo masculino.

No primeiro episódio, David Beckham - o ex-futebolista mais famoso e elegante da Inglaterra. No segundo, Luke Evans, o ator britânico dono de um bom gosto enorme para se vestir. E no terceiro e último episódio, o jovem cantor Tom Odell, já citado por aqui diversas vezes devido ao seu enorme talento para compor, cantar e se vestir. Tudo comandado pelo hilário comediante Jack Whitehall - reconhecido também pela sua elegância e estilo.

Assistam e brindem com esses ícones da nossa geração.


Referência pra homem: Sebastian Stan

by Eduardo Lautert


Quarta-feira, dia internacional e oficial das referências masculinas. E dessa vez, mais um membro do universo hollywoodiano.

Sebastian Stan é um ator nascido na Romênia, em Constança, e que hoje figura como um dos personagens principais da franquia "Capitão America". No seu currículo ainda constam filmes e projetos importantes como "Perdido em Marte", "Cisne Negro", bem como aparições na série "Gossip Girl". E além de abrilhantar o tapete vermelho de ontem, no Oscar da moda no CFDA Awards, ele também merece muito reconhecimento por suas produções e figurinos tanto para eventos formais, quanto em momentos de folga, com combinações mais despojadas.

Entre suas principais características temos a sobriedade. Não vemos Stan vestindo cores fortes e vibrantes como vermelho, verde, amarelo e afins. Não, o ator romeno prefere tons mais discretos como azul, cinza e preto. Vale salientar também o seu bom gosto para escolher os alfaiates. Suas roupas são sempre um primor de medidas, sem sobras ou partes muito justas. Olho nele para os próximos tapetes vermelhos de Hollywood.


O estilo do CFDA Awards 2016

by Eduardo Lautert


Depois daquela grata dose dupla de festivais de música pelo hemisfério norte, um tapete vermelho de peso chega para abrilhantar a terça-feira.

Aconteceu ontem, em Nova York, mais uma edição do CFDA Awards - organizado pelo Council of Fashion Designers of America (Conselho de Designers de Moda dos EUA) - uma espécie de Oscar da moda internacional. Presentes, alguns dos principais nomes do ramo, bem como personalidades do entretenimento. E como não poderia deixar de ser, aqui vão alguns dos destaques da principal noite de prêmios do mundo:


O estilo do Primavera Sound e do Governor's Ball 2016

by Eduardo Lautert


Isso mesmo, a segunda-feira começa já com nada mais nada menos do que dois festivais de música do hemisfério norte.

Está oficialmente aberta a temporada de festivais. Para hoje temos dose dupla: Primavera Sound, em Barcelona e Governor's Ball, em Nova York. E sem mais delongas, vamos aos destaques de cada evento.

Primavera Sound:

Governor's Ball


Aquecimento Primavera Sound 2016

by Eduardo Lautert


Para se despedir da semana, uma baita dica que envolve música, moda, arte e mais um monte de coisa.

Está acontecendo desde ontem, em Barcelona, mais uma edição do festival Primavera Sound - um dos mais importantes da Espanha e da Europa. Tradicional por incentivar e divulgar artistas independentes, o evento também traz nomes de peso para o line-up. Esse ano, por exemplo, estão confirmados Radiohead, LCD Soundsystem, Tame Impala, Bryan Wilson (Beach Boys), The Last Shadow Puppets e muitos outros.

Quem gostou e tá afim de acompanhar o festival (que termina na noite de sábado), pode fazer via live stream no site do próprio Primavera. De resto, um ótimo final de semana e nos vemos segunda, com um resumo do estilo do evento.


Jaqueta Perfecto

by Eduardo Lautert


Cada vez mais inspirados pelo inverno, nossa dica de hoje já pintou muitas vezes por aqui. E agora ganha um post específico.

A jaqueta perfecto é um dos modelos mais tradicionais que existe na atualidade. Criada na década de 50, foi imortalizada por ícones como Marlon Brando e James Deen. Depois, no fim dos anos 70, fez parte do movimento punk, tornando-se um elemento indispensável no figurino dos jovens da época. Hoje, em pleno ano de 2016 ela vem ganhando cada vez mais espaço em diferentes estilos, bem como variações de cores, tecidos e etc.

As mais comuns são as pretas. Mas é cada vez mais fácil encontrarmos modelos em marrom, cinza, azul e vermelho. Acessórios como spikes e bótons possuem um espaço generoso em muitos modelos. Tecidos também podem variar. Além do tradicional couro, também temos opções sintéticas, algodão e até jeans. E engana-se quem pensa que punks são os únicos adeptos desse modelo. Elas podem compor também estilos mais formais, com camisa e gravata, por exemplo - uma folheada na nossa galeria abaixo ajuda a explicar isso.

A partir daí, vale investir no modelo ideal e aproveitar o inverno com elegância e bom gosto.


Referência pra homem: Diego Boneta

by Eduardo Lautert


O primeiro dia do mês de junho começa com mais referência.

Diego Boneta é um cantor/ator mexicano de apenas 25 anos. Apenas porque os 20 e poucos anos não demonstram inexperiência alguma. São 3 álbuns de estúdio, 6 filmes e 12 participações em séries de tv. Um currículo recheado, que ainda possui espaço (e quanto) para ser frequentemente citado como um exemplo de elegância e bom gosto na hora de se vestir.

Sua presença em eventos tanto de música quanto de televisão e cinema é garantia de belos e inteligentes costumes. E uma das suas principais habilidades está na hora de variar cores e estampas sem descambar para o exagero e o ousado. São ternos de cores sóbrias e combinações muito bem feitas, com estampas delicadas e acessórios pontuais. Uma ótima referência para quem veste esse tipo de figurino com frequência.