Referência pra homem: Luka Sabbat

by Eduardo Lautert


É quarta-feira. E como manda a tradição, chegamos com mais um ícone de estilo.

Luka Sabbat é um modelo nova-iorquino de 21 anos que já pode ser considerado um dos maiores influenciadores da nova geração. Filho de mãe stylist e pai estilista, com descendência irlandesa, alemã e haitiana, ele cresceu na ponte aérea Nova York - Paris e tudo isso reflete bastante no seu estilo. O que tem dado o que falar, já que o seu rosto tem estampado grandes campanhas e editoriais.

Tido como um expoente da nova geração, Luka mescla estilos. Sem muita preocupação com padrões tradicionais de moda, ele une peças exclusivas e caríssimas com outras simples e acessíveis - refletindo um mood 2019, onde regras de vestimenta assumem um papel de autoexpressão através dessa multiplicidade. Porque mais importante do que analisar se ele veste jeans ou lã, jaqueta ou blazer é interpretar a sua flutuação por tantos estilos na hora de compor algo tão criativo e original. Na galeria abaixo temos um pequeno apanhado disso. E caso o estilo do rapaz não sirva de referência, que a sua despreocupação com as regras da moda sirva, ajudando na hora de imprimir um estilo próprio de se vestir.


Instagram pra homem: Will Welch

by Eduardo Lautert


Chegou a segunda-feira e pra que a transição do fim de semana com os dias “úteis” seja suave e agradável, aqui vai uma dica de perfil pra seguir no Instagram: @willwelch

Will Welch é o mais novo Editor Chefe da GQ EUA. Com cerca de 12 anos de serviços prestados para essa que é uma das principais publicações de moda (e conteúdo) masculina no planeta, Will promete uma virada de chave. Ele se mostra muito mais interessado em temas que, de uma forma ou de outra, fazem parte de uma vida elegante e com estilo. Mais importante do que o nome dos principais designers ou qual o jeito certo de usar gravata, na opinião dele (e provavelmente da revista a partir de agora), a história é mais importante.

No feed dele não vamos necessariamente encontrar as fotos mais elegantes das tendências mais faladas dos estilistas mais badalados. Talvez sim, talvez não. A ideia de trazê-lo aqui funciona muito mais como um olhar atento ao mercado da moda e do entretenimento como um todo, consumindo conteúdo direto da fonte. Claro que no meio disso temos um gostinho do que rola na vida do mais novo editor de uma das revistas mais respeitadas do mundo.


10 dicas para usar camisa de manga curta

by Eduardo Lautert


Sextou, minha gente.

E para entrar no clima de quase-final de semana a gente lista aqui 10 dicas para não errar na hora de usar camisa de manga curta. Lembre-se de sempre priorizar o corte que mais combina com o seu estilo e dar aquela conferida no espelho antes de sair de casa.


Referência pra homem: William Gilchrist

by Eduardo Lautert


Sabe quem voltou também? A nossa quarta-feira das referências. E logo de cara com um nome de peso.

William Gilchrist é um stylist de Londres que já foi editor de moda, diretor de arte e contribuiu para publicações como GQ, O Man, GQ Style e L'Uomo Vogue e marcas como Versace, Moschino, McQueen, Giorgio Armani, Dunhill e Belstaff. No seu portfólio de clientes temos nomes singelos como Jude Law, Benicio del Toro e Gerard Butler, além de ter vestido membros dos Rolling Stones para várias turnês mundiais ao longo dos anos.

Com cerca de 1,90 de altura e 50 anos de idade, seu estilo reflete um pouco da grande experiência com marcas, revistas e celebridades. A base londrina traz uma proximidade com a alfaiataria tradicional por meio de trajes clássicos e combinações tipicamente inglesas. Mas Gilchrist não pode ser definido apenas como ‘um senhor de terno'. Botas, lenços, tecidos, estampas e cores menos convencionais quebram esse conceito e criam um visual bastante próprio, mais confortável e despojado (não relaxado) - que serve de referência para homens de diferentes idades.

A galeria abaixo tá cheia desses exemplos:


O estilo do Globo de Ouro 2019

by Eduardo Lautert


Voltamos! Primeiramente feliz 2019 pra todos nós.

Segundamente: aconteceu ontem, em Beverly Hills, a 76ª edição do Globo de Ouro. Premiando e homenageando os melhores do cinema e televisão do último ano, o evento manteve a tradição de contar com muita gente bem vestida. Claro que cada um deles a gente mostra e comenta logo abaixo.

Não tinha jeito melhor de começar o ano.


5 calçados de verão

by Eduardo Lautert


Entramos nas últimas semanas do ano. Fato que traz na carona a questão sobre 'looks de verão’ e para os dias de recesso que se aproximam.

Pensando nisso hoje o nosso foco é nos pés, que cumprem papel fundamental nas combinações e devem sempre (sem excessões) manter o equilíbrio entre elegância & conforto. Sendo assim, listamos aqui 5 opções que conseguem se adequar muito bem aos dias mais quentes ao mesmo tempo que contribuem para o bom gosto do figurino:


Referência pra homem: Lalle Johnson

by Eduardo Lautert


Quartou, pessoal. Então senta que lá vem referência:

Lalle Johnson é um stylist de Estocolmo cujo rosto também é frequentemente visto nos principais sites e eventos de moda masculina ao redor do mundo. Conhecido por não dar bola para tendências, Johnson fala que “Tudo anda em ciclos, e todas as tendências já foram feitas 10 vezes no passado em diferentes variações". Para ele, mais vale o design e o material do que uma nova regra ou a última moda.

Ele mesmo caracteriza o seu estilo como “soft and tailored”, criando um figurino que mescla casualidade e conforto com itens de alfaiataria tradicional. Ou seja, é elegante e fundamentado em regras e peças mais clássicas, mas que não perde o conforto e a identidade. Não vemos peças que gritam “tendência” e “ousadia”. Tem capricho, mas não tem afetação ou exagero. Gerando assim um resultado natural e despretensioso - o que podemos concluir também com ajuda da galeria logo abaixo:


A tendência para cabelos em 2019

by Eduardo Lautert


Chegou a sexta-feira. E dessa vez a gente retoma um assunto importantíssimo pra homens de todas as idades: o cabelo.

Todo fim de ano é a mesma coisa, chegam as tendências de cortes de cabelo para o ano que vem. E a coisa insiste em não mudar. Topetes mega ultra elaborados, com muitos centímetros de altura, cortes milimétricos e doses generosas de produtos para fixar, texturizar e colorir. Nada contra, mas pegar leve pode ser muito mais interessante.

Topetes são legais, mas um aspecto natural é imprescindível. Portanto na hora de preparar o penteado, desapegue. Assim como na hora de se vestir, qualquer exagero ou esforço demasiado criam um resultado ruim também no cabelo. Dá para ter capricho sem forçar a barra. Dá para ter um visual natural sem perder a elegância.

Dá pra ser menos assim:

E mais assim:


Referência pra homem: Henry Golding

by Eduardo Lautert


Quartou e tá na hora de falar sobre referência de estilo.

Henry Golding é um ator e apresentador nascido na Malásia e criado na Inglaterra que tem dado o que falar. E muito dessa recente fama se deve ao seu bom gosto na hora de se vestir. Apresentador do programa The Travel Show da BBC, ele hoje já tem filmes e séries no currículo.

Apontado por alguns veículos como um dos homens mais bem vestidos da atualidade, Golding é referência no quesito corte e combinações. Sempre com trajes que respeitam milimetricamente suas medidas, ele é mais um dos inúmeros exemplos de homens que são elegantes “apenas” por acertar no tamanho da roupa. E na hora de combinar, tons neutros e pouca informação ajudam bastante - como podemos ver na galeria abaixo:


Ladrão de Casaca (1955) - o filme

by Eduardo Lautert


Começou dezembro. E começou com uma dica de filme clássico com um figurino daqueles.

“Ladrão de Casaca” (To Catch a Thief) é um filme de 1955 dirigido e produzido por Alfred Hitchcock que conta a história de um ladrão aposentado que tenta se livrar das acusações de um grande roubo de jóias e se envolve com uma bela donzela. Com Cary Grant e Grace Kelly no papel de protagonistas, a película - filmada na Riviera Francesa, é não só um marco na sensacional filmografia do diretor e dos atores, mas também um dos filmes mais elegantes da história. E que mesmo 60 anos depois, segue sendo uma bela referência de estilo masculino e feminino.

Cary Grant e Grace Kelly estão no hall da fama dos atores mais bem vestidos do cinema, e nesse filme encontramos os dois no auge. Falando mais especificamente dele, temos uma belíssima mistura de trajes formais com roupas casuais. Cortes precisos, acessórios pontuais e muita sabedoria na hora de combinar cores e texturas. Uma união de classe com simplicidade, criando um figurino histórico e eterno:


Referência pra homem: Bruce Pask

by Eduardo Lautert


Dia de referência de estilo por aqui. E mais uma vez resgatamos um velho conhecido do blog.

Bruce Pask é o atual Diretor Fashion da Bergdorf Goodman. Outro que seguidamente é visto nos principais blogs e sites de street style em fotos de Scott Schuman, Tommy Ton e muitos outros. O que faz todo sentido. Sempre desfilando com roupas criativas, combinações diferentes e sem extravasar em tons muito vibrantes e estampas muito exageradas, o cara serve de exemplo para homens que gostam de misturar estilos e variar o corte de cada peça.

Mas mais do que ousado, Bruce Pask é diferente e criativo. Suas ideias fazem dele um ícone que vai contra aquela história de que quanto mais discreto, melhor. Às vezes (só às vezes), alguns toques menos convencionais podem dar uma cara mais elegante para o visual em questão. Mas lembrem: para evitar o exagero, peças avulsas. Evite cores chamativas e peças inusitadas em grande quantidade. Uma ou duas já cumprem o papel. Sr Pask nos ensina:


O estilo do Governors Awards 2018

by Eduardo Lautert


Mais uma semana que começa com tapete vermelho e a gente mergulha com tudo nos melhores momentos.

Aconteceu no último dia 18, em Los Angeles, a décima edição do Governors Awards - uma cerimônia organizada pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Nela 3 prêmios são dados pelo conjunto da obra e trabalho por causas humanitárias. Uma categoria que antigamente fazia parte da programação do Oscar, mas que desde 2009 ganhou um evento próprio.

E como era de se imaginar, muita gente bem vestida passou por lá. Algumas a gente cita e comenta aqui embaixo:


Sexta black

by Eduardo Lautert


Sextou e tem black friday ao redor do mundo.

Por isso a ideia de hoje é muito simples: inspirar. Porque no meio dessa confusão toda, nada melhor do que um momento de contemplação com figurinos elegantes. São 23 looks aleatórios de diferentes estilos e para diferentes ocasiões e estações. Todos usando black, claro.

Bom fim de semana pra todo mundo.


Referência pra homem: Jerry Seinfeld

by Eduardo Lautert


Mais uma quarta-feira que chega. E dessa vez vamos fazer diferente:

Não é novidade que Jerry Seinfeld é um dos maiores e melhores comediantes da história. Além co-criador de uma das séries mais aclamadas da televisão (Seinfeld) e considerado um dos precursores do stand up comedy, Jerry merece reconhecimento pelo seu papel na moda masculina. E isso não é de hoje.

Isso fica claro quando analisamos dois períodos da sua carreira: o auge nos anos 90 e o momento atual. Nos anos 80/90 “Seinfeld” era a série mais popular do mundo e os figurinos do seu protagonista serviam (e ainda servem) de referência. Jeans de cintura mais alta, blazers das mais variadas texturas, camisa de colarinho americano e muito provavelmente um par de tênis nos pés. Uma imagem clássica da década que tem surgido como tendência nos últimos anos. Enquanto isso o Jerry Seinfeld de hoje mostra algumas mudanças, mas o bom gosto e a originalidade seguem. Seus trajes podem não ser os mais modernos e dignos de passarelas internacionais, mas refletem um homem de mais de 60 anos consciente do seu próprio estilo. Blazers bem alinhados, sapatos elegantes e pouca presença de estampas e cores muito chamativas. Uma prova de que a elegância tem seus momentos e o principal é manter a originalidade sempre que possível.

Abaixo alguns dos seus melhores momentos:


O calção de banho definitivo

by Eduardo Lautert


Tá chegando o verão e a segunda-feira já está dedicada a ele. Ao calção, mais especificamente.

Calção, short, bermuda. Azar do nome. A questão é que muito homem ainda insiste na sunga branca na beira da praia. Ou ainda naquele bermudão até o meio da canela que contribui para o bronze desequilibrado do corpo… Nada contra, mas a gente tá aqui pra mostrar que o investimento em um calção de banho pode custar pouco e valer muito.

Esse item tem duas funções principais: conforto e praticidade. É por isso que o corte sendo um fator decisivo. Prefira aqueles que ficam alguns dedos acima do joelho. É bom também evitar os muito justos, para não comprometer performances atléticas na beira da praia ou da piscina. Na hora de decidir a cor e a quantidade de estampas, lembre-se que estamos falando de praia, sol e verão, ou seja, está permitido ousar um pouco mais. Mas lembre-se também de que o calção de banho pode não ser só de banho. Pode ser de academia, futebol e até sair - por isso leve em conta a facilidade para combinar. Abaixo vai uma galeria que ajuda a inspirar:


Referência pra homem: Anthony Joshua

by Eduardo Lautert


Quartou. E é véspera de feriado. Então vamos logo ao que interessa:

Anthony Joshua é hoje um dos boxeadores mais talentosos do certame. Com um histórico de 22 lutas e 22 vitórias (sendo 21 por nocaute), ele é o atual campeão peso pesado e ainda foi medalhista de ouro nas Olimpíadas de Londres em 2012. Mas nada disso importa - pelo menos hoje e agora. É do estilo do cara que queremos falar. E não estamos sozinhos na hora de colocá-lo como um dos esportistas mais elegantes da atualidade.

Elogiadíssimo por publicações de moda como as GQ, Esquire e tantas outras, além de ser garoto propaganda da Hugo Boss, Joshua é visto nos mais elegantes e alinhados trajes, respeitando o corte slim sempre que possível. Devido ao seu tamanho avantajado, é importante evitar roupas muito justas. E ele faz isso com bastante habilidade, sabendo manter-se num meio-termo de extrema elegância tanto no tamanho quanto nas cores, que raramente fogem do cinza, azul, preto e branco. Por último, mas não menos importante, o corte do cabelo e da barba é sempre sóbrio, impecável na medida certa e sem perder o aspecto natural.

Elegância peso pesado.


Livro pra homem: GQ How to Win at Life

by Eduardo Lautert


Segunda-feira, dia internacional do cansaço, do mau humor e de começar um livro novo. É nesse clima que a gente fala sobre mais uma publicação imperdível para o homem moderno: “How to Win at Life” da revista GQ britânica.

Por mais apelativo que possa soar, o título já entrega muita coisa. Como Vencer na Vida pode ser interpretado de diferentes formas, e segundo a própria publicação, as mais de 200 páginas prometem ajudar na maioria delas. Nas palavras do release feito pela GQ, o livro ajuda a “cozinhar como Jamie Oliver, mergulhar como Tom Daley, fazer magia como Dynamo ou começar um negócio estilo Richard Branson.”

Com base em entrevistas exclusivas, temos um guia didático e ilustrado para se destacar em assuntos como moda, esporte, comida e bebida, trabalho, romance, viagens e muito mais.


Referência pra homem: Sam Lambert

by Eduardo Lautert


Chegou a quarta-feira e chegou a referência de estilo masculino.

O designer Sam Lambert é o escolhido da vez. Outra figura constante nas fotos de célebres fotógrafos de moda de rua como Scott Schuman, Tommy Ton e Jak and Jil, ele é um dos caras mais elegantes dos principais eventos de moda internacional. Pelo menos um dos mais icônicos ele é.

E quando falamos em icônicos, tomamos a originalidade e a autenticidade como principais aspectos. Com figurinos inspirados nas primeiras décadas do século passado, o cara desfila por aí com combinações bastante sóbrias - e ao mesmo tempo criativas, diferentes e (por que não?) divertidas. 

Fazendo uso dos acessórios clássicos como chapéus, suspensórios, gravatas slim, lenços, óculos de armação grossa e muitos outros, ele nunca parece exagerar, já que, em compensação, não extravasa nas cores nem nas estampas. 

Tudo é fruto de muito cuidado e sabedoria. A mistura de elementos e peças em um mesmo figurino nunca parece exagero, apesar de eventualmente ele carregar uma grande quantidade deles. Sam Lambert pode não ser um modelo a ser seguido por todos, afinal, seu estilo é bastante irreverente, mas fica a nossa admiração pela criatividade aliada ao bom gosto que gera combinações elegantes e com muita atitude. Uma união que vale sempre como referência.


Referência pra casal: Sophie Turner e Joe Jonas

by Eduardo Lautert


Retomamos a nossa pauta com mais um belo e elegante casal.

Sophie Turner e Joe Jonas formam hoje um dos mais badalados da geração. Juntos há cerca de 2 anos e noivos há 1, a dupla mantém um certo low profile enquanto desfila pelas ruas com figurinos interessantes.

Ela é inglesa, atriz e mundialmente conhecida pelo papel Sansa Stark naquela série “Game of Thrones”. Aos 22 anos de idade, ela incorpora muito bem o estilo anos 90 na maioria das suas roupas. Calças de cintura alta, coturnos, jaquetas jeans e camisetas estampadas são alguns dos elementos mais vistos no seu guarda-roupas. Os acessórios seguem a mesma linha, sem exageros, mas com informações vibrantes de cores, estampas e brilhos.

Ele é americano e um dos três membros da boy band Jonas Brothers. Seu nome é frequentemente visto em sites e blogs de moda masculina graças ao seu bom gosto para se vestir. Suas produções mais recentes revelam o mesmo gosto pela moda anos 90, com peças estampadas e coloridas juntamente com jeans ajustado e tênis - enquanto que em ocasiões mais formais os seus ternos obedecem um elegante corte slim.


Referência pra homem: Hasan Minhaj

by Eduardo Lautert


Já estamos na quarta-feira e tá na hora de mais uma referência de estilo.

Hasan Minhaj é um ator / comediante / roteirista / apresentador que tem dado o que falar ultimamente. Seu novo programa na Netflix chamado “Patriot Act with Hasan Minhaj” funciona como um telejornal de comentários sobre política e cultura modernas com uma boa dose de humor. E além do talento em todas essa áreas, o apresentador de origem indiana ainda tem conteúdo de sobra quando o assunto é moda.

Frequentemente elogiado pelas suas combinações elegantes em suas aparições na TV e eventos, ele se destaca com aquele velho truque de apostar no corte preciso antes de investir em cores e estampas chamativas. Permanecendo dentro duma paleta discreta e coringa, que facilita diferentes combinações e serve para diferentes ocasiões, ele se apoia nos tons de cinza, preto, azul, marrom e branco, dando espaço para pequenos de delicados acessórios e complementos com mais informação como lenços, meias, gravatas e etc. Não esqueçamos do topete, que apesar de impecável, traz um ar natural importantíssimo para qualquer penteado.