Livro pra homem: The Biggest Black Book Ever

by Eduardo Lautert


Novamente dando uma pausa na Copa do Mundo (VAMO BRASIL!), hoje falamos de leitura.

"The Biggest Black Book Ever" é um guia completo para o homem moderno da revista Esquire - uma das mais respeitadas do ramo masculino no mundo inteiro. Moda, comportamento, comida, relacionamentos e muito mais. São orientações ilustradas e práticas em todas as áreas da vida que mais importam para o rapaz contemporâneo. É um livro que mostra como fazer tudo certo, em todos os momentos.

Do trabalho e higiene pessoal ao fitness e o sexo, são 190 páginas com truques, técnicas e segredos para se comportar com confiança e estilo - seja conhecendo o chefe, indo a um primeiro encontro ou participando de um evento de gala. Tudo com uma pegada humorística forte, com muitas piadas e brincadeiras inteligentes. Perfeito pra ter na cabeceira ou na mesa de centro de casa.

Bom gosto e bom humor num livro que mais parece um manual do homem de hoje.


Referência pra homem: Jérôme Boateng

by Eduardo Lautert


A quarta-feira chegou e vocês já sabem o que isso significa: dia de referência pra homem. E seguindo naquela proposta de apresentar os jogadores mais elegantes da Copa do Mundo, hoje temos mais um defensor que demonstra a mesma elegância fora dos gramados.

Jérôme Boateng é o zagueiro da seleção da Alemanha e do Bayern de Munique. Forte, com bastante técnica e boa presença ofensiva, Boateng é um dos líderes do selecionado alemão há quase 10 anos. Em paralelo, é um dos mais ligados em moda, sendo frequentemente visto em desfiles, editoriais, eventos e prêmios como o GQ Men of the Year - o qual ele venceu em 2016.

Em termos de estilo, ele não foge do perfil jogador de futebol, com muitas experimentações tanto de cores quanto de estampas e texturas. Fã dos sneakers, Boateng consegue mesclar um estilo urbano com bastante autenticidade, combinando muito bem os figurinos não parecendo que acabou de sair do treino. E quando a ocasião é mais formal, ele sabe como poucos como vestir um terno - sempre respeitando as regras básicas de alfaiataria e etiqueta, mantendo o corte e o slim fit sempre em dia.


Referência pra casal: Vanessa Hudgens e Austin Butler

by Eduardo Lautert


É segunda-feira e pra começar bem a semana, nada melhor do que um casal apaixonado e elegante.

Vanessa Hudgens e Austin Butler formam um dos casais jovens mais badalados dos últimos anos. Juntos há quase uma década, os dois atores são também reconhecidos pelo bom gosto na hora de se vestir.

Ela incorpora um estilo hippie / boho, com cores e estampas variadas, mas dentro duma gama de tons terrosos. Vestidos, jeans, botas e muitos acessórios são elementos que chamam atenção logo de cara. Bastante informação, é verdade, mas tudo dentro de um mesmo universo - onde as coisas combinam muito bem.

Ele não foge muito dessa vibe, mas pega bem mais leve nas cores e nas estampas. Também adotando um estilo boho, Butler suaviza o visual com cores mais sóbrias e raras estampas. Jeans, jaquetas de couro, camisa e botas são algumas das peças preferidas, sempre respeitando o slim fit em cada uma delas.

Que esse clima contagie a semana de todos nós.


Peaky Blinders

by Eduardo Lautert


Sextou. E pra quem não tá nem aí pra Copa (?!), aqui vai uma dica de passa-tempo cheia de emoção, aventura e claro, elegância.

Peaky Blinders é uma série de televisão britânica lançada em 2013. Até agora são 4 temporadas (a 5ª está prevista para 2019) - todas disponíveis no Netflix, sendo a última delas filmada no ano passado. Ambientada na Inglaterra pós-Primeira Guerra Mundial (anos 20), ela conta com um elenco de peso com Cillian Murphy, Paul Anderson, Joe Cole, Sam Neill, Tom Hardy e Adrien Brody. A história mostra a vida de uma gangue local (os Peaky Blinders), que se envolve em disputas com outras gangues inglesas, italianas e afins na busca por poder e domínio territorial.

O figurino, senhoras e senhores, é um primor: ternos no mais tradicional estilo inglês, com cortes precisos e combinações que até hoje servem de referência. Cinza, marrom, preto e azul marinho exemplificam isso, bem como listras, xadrez, herringbone, tweed e príncipe de gales. Percebam como tudo ali é transferível para a realidade de hoje - desde as gravatas até as botas, sem esquecer dos cortes de cabelo, barba e bigode. Tudo servindo de inspiração para homens de todas as idades na hora de montar e combinar figurinos elegantes. Ok que suspensórios, boinas e relógios de bolso são menos usuais, mas de uma forma geral, vale muito a tentativa de usar alguns (para não dizer a maioria dos) elementos e se influenciar em pleno 2018.


Referência pra homem: Sergio Ramos

by Eduardo Lautert


É Copa do Mundo, amigo! E pra entrar de vez no clima, durante as próximas 5 semanas, nossas referências serão jogadores. Todos presentes na Copa, claro.

Aos órfãos de David Beckham, Andrea Pirlo e Xabi Alonso: não se preocupem, ainda temos bons exemplos de elegância no esporte.

E para começar: Sergio Ramos. Craque, polêmico, artilheiro e por vezes chamado de violento. Ok, mas o assunto agora é fora de campo. É moda. E o zagueiro da Espanha sabe como se vestir - principalmente quando deixa de lado o perfil boleiro ousado&alegre. Considerado um dos caras mais elegantes do certame, Ramos amadureceu seu estilo com combinações interessantes, criando um visual próprio que serve de referência e merece ser elogiado.

Tatuagens, topetes e bastante autenticidade. Quando de terno, Ramos sabe combinar cores e estampas sem passar do ponto e ao mesmo tempo não ficando no lugar comum. Para ocasiões menos formais, ele demonstra a mesma habilidade com camisetas básicas, camisas com estampas delicadas, jaquetas, jeans e tênis. Vale destacar também que o tamanho das roupas tá sempre impecável, respeitando o slim fit em todos os momentos. O mesmo vale para as cores, que constroem uma paleta simples, com tons sóbrios muito bem combinados. Acessórios cumprem um papel de destaque, mas sem exageros: anéis, relógios e óculos de sol são os preferidos.

Abaixo uma galeria com os melhores momentos de Sergio Ramos fora do campo:


Os 10 jogadores mais elegantes da NBA

by Eduardo Lautert


Terminou na última sexta-feira (com os Golden State Warriors como campeões) mais uma temporada da NBA.

E além de reunir os melhores jogadores de basquete do mundo, a liga americana também pode ser considerada uma das mais emblemáticas no meio da moda. É tradição da NBA demonstrar o lado fashion dos seus jogadores tanto na chegada para os jogos quanto na quadra - quando jogadores suspensos e/ou lesionados deixam de lado o uniforme de jogo e capricham nos figurinos.

Claro que assim como no futebol, tem muito marmanjo exagerando na dose. Muito brilho, cores, estampas e etc - é verdade. Mas ao mesmo tempo, nenhuma outra liga de outro esporte demonstra tanta afinidade com a moda. É bastante comum vermos jogadores de basquete nas primeiras filas de alguns dos principais desfiles das principais semanas de moda do mundo, sem falar nas capas de revista, editoriais de moda e presença em blogs especializados. E essa proximidade reflete em momentos de muita elegância durante toda temporada.

Considerando isso tudo, selecionamos 10 jogadores que se tornaram referência de estilo e merecem os nossos elogios pelo bom gosto (na maioria das vezes, claro):


Esportivo ou formal?

by Eduardo Lautert


Por que não os dois? Não é de hoje que roupas esportivas têm tomado mais espaço no guarda-roupas masculino, inclusive para ocasiões que não envolvem esporte.

É cada vez mais comum vermos homens em escritórios usando tênis, moletom, abrigos e etc. Grifes de renome internacional como Armani, Yves Saint Laurent e Gucci vêm misturando peças de alfaiataria com itens esportivos. Num exemplo brasileiro, recentemente tivemos Alexandre Herchcovitch assumindo a criação de moda da Olympikus. E isso não se limita a usar terno de tênis. Tecidos mais maleáveis, materiais mais resistentes e confortáveis são aspectos cada vez mais vistos na moda masculina contemporânea.

Claro que é importante manter o bom senso, a simplicidade e a adequação - sem falar no corte. Não significa que a partir de agora executivos, banqueiros e profissionais que respeitam um dress code formal devem aparecer no trabalho de tênis, moletom e camiseta. Tênis combina sim com terno - mas requer cuidados na hora de combinar cores e estampas. Calça de moletom não precisa ser exclusiva para a academia - mas optar por um modelo slim fit vai dar liberdade para usar em mais ocasiões.

Para ilustrar um pouco essa mistura, aqui vão alguns looks que trazem bom gosto e capricho sem abrir mão do conforto e do estilo esportivo:


Referência pra homem: Idris Elba

by Eduardo Lautert


Mais uma quarta-feira que chega e mais um ator que aparece com muita elegância para ser a referência da semana.

Idris Elba é um ator, produtor e DJ britânico de 45 anos e frequentador deste blog devido ao seu enorme bom gosto em festivais e premiações do cinema. Com filmes como "RocknRolla", "Molly's Game", "Mandela" e "Beasts of No Nation" - que que lhe rendeu indicações ao BAFTA e Globo de Ouro de Melhor Ator Coadjuvante, Elba é hoje um dos atores mais elegantes do circuito, demonstrando sabedoria para combinar figurinos nos principais eventos de cinema, música e no mais recente casamento real.

Dono de um estilo básico que mescla cores e estampas diferentes sem ousar demais, Dris (como é carinhosamente apelidado) vem ganhando mais e mais espaço não só em megaproduções como "Thor" e "Star Trek", mas também em revistas e campanhas de moda. Sem quase fugir dos tons mais sóbrios, o britânico constrói figurinos inteligentes, criativos, sem nunca apelar para itens desnecessariamente chamativos. Cores como azul, marrom e cinza são as favoritas, bem como peças como camiseta pólo, jeans, botas e alpargatas. Claro que sempre respeitando a regra do slim fit em cada peça. Vale destacar também o seu bom gosto na hora de cortar a barba e o cabelo - mostrando o mesmo capricho e simplicidade na hora do cultivo capilar.

Mais uma referência que já passou dos 40 anos e nem por isso deixa de ter cuidado na hora de se vestir.


Touca

by Eduardo Lautert


É segunda-feira e hoje a gente fala de touca - ou gorro. Tanto faz o termo. O que interessa é que esse é um acessório infalível e muito mais versátil do que se pensa. Em muitos sentidos.

Começando pelo material. Além da lã, mais popular e também responsável por maior nível de aquecimento, temos gorros de algodão e muitos outros materiais sintéticos ou naturais. Pequenos, grandes, compridos, curtos, coloridos, monocromáticos, estampados, listrados, lisos... O importante é experimentar e se adequar ao ambiente e a ocasião. Embora sempre vamos dizer que os modelos clássicos e básicos são os mais fáceis de combinar.

Se engana quem pensa que toucas e gorros são coisa de jovem. Homens experientes podem ser muito elegantes e bem vestidos quando acertam na escolha da touca. Se engana também quem pensa que gorros são acessórios esportivos e despojados. Sim e não. Como a galeria abaixo irá mostrar e nós fazemos questão de reiterar, é possível aliar figurinos mais formais com uma touca. Basta acertar na combinação de cores e estilos, para que o resultado não fique chamativo ou mal combinado.

Abaixo vai aquele tradicional apanhado de imagens que ajudam na hora de escolher o modelo ideal e usar com o resto do figurino. Combinar a cor da touca com outra peça do figurino é sempre uma boa dica. Na hora de escolher o modelo, tamanhos médios tendem a ser mais coringas, se adequando bem a qualquer tipo de rosto, estilo e ocasião. 


Instagram pra homem: Mundial Mag

by Eduardo Lautert


Nossa sexta-feira chega com mais uma dica quente de conta para seguir no Instagram. E aproveitando o clima de Copa do Mundo, nada melhor do que unir moda e futebol.

Mundial é uma das revistas mais elegantes sobre futebol da atualidade. Nascida da paixão de alguns amigos ingleses pelo futebol e pela moda, ela celebra esse casamento por muitas vezes ignorado. Porque sim, futebol e moda podem andar muito bem juntos. E a @mundialmag premia os seus quase 40 mil seguidores com imagens diárias dessa mistura tão especial.

Preenchem o feed, fotos das mais variadas épocas, estilos, nacionalidades, penteados e posições. Craques do calibre de Maradona, Ronaldo, Zidane, Cantona, Van Basten, Buffon e muitos outros personificam essa relação do futebol com a moda e um estilo que remete ao esporte e transborda bom gosto. Camisetas históricas, chuteiras e demais itens do equipamento de jogo completam esse arsenal de boas referências futebolísticas. 

Vale o follow.


Referência pra homem: Ryan Reynolds

by Eduardo Lautert


Quarta-feira é o dia oficial da referência. E dessa vez precisamos falar sobre Ryan Reynolds.

Rodando o mundo para divulgar o seu novo filme - Deadpool 2, Ryan Reynolds tem dado o que falar. Só confirmando e consolidando a sua posição entre os atores mais elegantes de Hollywood. Já com mais de 25 anos de carreira e pai de família, o ator canadense mostra que nem a chegada dos 40 anos (ele faz 42 em outubro) atrapalha quando o assunto é elegância. A chegada dos fios brancos se torna um elemento de estilo e originalidade - sendo uma referência infalível para cortes de barba e cabelo. Ao mesmo tempo, suas roupas refletem muita sabedoria, simplicidade e bom gosto.

A começar pelo tamanho: não tem nada folgado ou apertado. Isso se chama slim fit. São sempre peças básicas, sem muita estampa (exceto em uma camisa ali, um lenço aqui) e cores sóbrias. Cor sóbria é cor sem graça? Nem pensar. São cores fáceis de combinar. Um exemplo: Azul, marrom e cinza são frequentes no arsenal do rapaz. E se a ideia for monocromia, RR também é habilidoso com figurinos tom sobre tom. Vale salientar também o uso frequente, e muito bem feito, das sobreposições - combinando peças como camiseta, camisa, cardigan e jaqueta de uma vez só. Por fim, os pés: onde a simplicidade é mantida. Não vemos sapatênis, cores ou brilhos. Tênis estilo All Star, sapatos derby e oxford para ocasiões especiais e botas, como um legítimo canadense.

Se fosse pra definir, duas palavras bastam: acessível (porque são peças simples, que todo mundo pode ter, apenas no tamanho perfeito) e natural (porque nada ali é forçado ou para causar, e isso agrega muito no aspecto da elegância).


Botinas

by Eduardo Lautert


O que David Beckham, Kanye West, Harry Styles e Brad Pitt têm em comum? Além de uma conta bancária bem recheada, os três são adeptos das botinas - ou, em bom inglês, as chelsea boots.

Sem dúvida uma das peças mais usadas no último inverno do hemisfério norte, aquela bota sem cadarço, com tiras de elástico na lateral, que também chamamos de botina, é garantia de bom gosto e simplicidade - já que não conta com brilhos ou texturas chamativas. Cores como marrom, preto e até cinza são as mais comuns e ainda facilitam a combinação com outros tons.

Trata-se de uma excelente aliada durante os meses de inverno, já que podem combinar com diferentes estilos e ambientes. Por exemplo, calça jeans, camiseta e moletom formam um combo interessante, ao mesmo tempo que um par mais delicado e discreto pode acompanhar um terno com gravata. E vale lembrar que botina com bermuda não faz muito sentido, ok?

Modelos com solado de borracha são mais rústicos e mais confortáveis, já que os com sola de couro ou madeira normalmente possuem um salto mais alto e bico mais fino. O couro pode ser liso e com um pouco de brilho ou textura - estilo camurça. Mais do que isso é sair da zona de segurança e estilo. Independente, qualquer um deles garante sucesso na hora de calçar.

Abaixo vão exemplos de cores, materiais e principalmente combinações que as botinas possibilitam.


O quão rasgada pode ser a calça jeans?

by Eduardo Lautert


Jeans rasgado é legal. Mas cuidado pra não passar do ponto.

Frequentemente falamos aqui que um visual natural, que não exige horas de planejamento e combinações meticulosamente pensadas é provavelmente a saída mais elegante. Quando a gente se esforça demais para alguma coisa, o resultado sai forçado. E em termos de estilo, isso não é nada bom.

Isso vale pra aquele modelo de calça jeans mais velho e rasgado. Não é falta de elegância sair por aí com um par desses. Se ele tem um corte bacana, que valoriza o corpo sem ficar folgado ou apertado demais, provavelmente é uma boa escolha. Mas calma. É sempre bom pegar leve na hora de escolher o quão rasgado. Passar do ponto aqui faz o figurino sair do elegante e ir pro chamativo, exagerado - chegando a dar pena dos mais esfarrapados. Por isso é bom evitar modelos com muitas 'aberturas'. Joelhos são uma posição legal para um ou dois rasgos. Saindo muito disso a coisa já descamba pro exagero.

Aqui (1, 2 e 3) vão alguns modelos que pecaram no excesso e logo abaixo vai uma galeria com ideias bacanas de jeans rasgado:


Referência pra homem: Kumail Nanjiani

by Eduardo Lautert


É quarta-feira e como todos sabem, dia de referência de estilo.

Kumail Nanjiani é um ator, roteirista e comediante nascido no Paquistão e radicado nos Estados Unidos. Conhecido pelas séries "Silicon Valley", "Burning Love" e "Franklin & Bash", além do filme "The Big Sick"- que lhe rendeu uma indicação ao Oscar de Melhor Roteiro Original - ele não é a referência óbvia de estilo, mas mostra tremendo bom gosto e simplicidade na hora de escolher os figurinos.

Uma das primeiras coisas que chama atenção é a sua escolha de cores, que raramente foge dos tons de azul, cinza, marrom e preto. Certo ele, já que tratam-se de cores sóbrias e que combinam muito bem entre si - além de facilitar na hora de investir em peças com cores ou estampas mais vibrantes. Outro aspecto a ser destacado é a simplicidade. 90% das vezes ele monta o figurino inteiro com peças básicas como camisas, paletós, jeans, sapatos e etc. Precisa mais? Acertando nas medidas e no corte de cada uma, o básico vira elegante e chama atenção da melhor forma possível.


O estilo do Festival de Cinema de Cannes 2018

by Eduardo Lautert


Tudo bem que o fim de semana foi de casamento real, mas por causa da formalidade do evento, fica quase fora de contexto analisar fraques e trajes militares presentes na cerimônia.

Paralelamente, terminou no último sábado a 71ª edição do Festival de Cinema de Cannes - um dos eventos de cinema mais prestigiados do mundo. E como não poderia deixar de ser, palco de muitos momentos elegantes de seus participantes. Muito mais próximo da nossa realidade estética do que o casamento do príncipe, não é?

Portanto, com o perdão da realeza, aqui vão os destaques do último Cannes Film Festival em termos de estilo:


As 30 camisetas da Copa do Mundo

by Eduardo Lautert


Faltando menos de um mês para o principal torneio de seleções de futebol do mundo, aproveitamos o clima da sexta-feira para apresentar o estilo das seleções presentes na Copa.

Abaixo listamos e comentamos 30 camisas das seleções classificadas - no total são 32 participantes, mas Irã e Marrocos ainda não lançaram seus uniformes.


Referência pra homem: Donald Glover

by Eduardo Lautert


Precisamos falar sobre Donald Glover (a.k.a. Childish Gambino). E nada mais justo que aproveitar a quarta-feira, dia internacional das referências de estilo masculino.

Ator e criador da premiada série "Atlanta", ele ainda tem no currículo filmes como "Magic Mike XXL", "Perdido em Marte", "Homem-Aranha: De Volta ao Lar", "Solo: Uma História Star Wars" e emprestará a voz para o personagem Simba no remake de "O Rei Leão". Paralelamente, sua carreira musical (na qual se entitula Childish Gambino) segue no mesmo ritmo. Seu último clipe, "This is America", foi um dos mais assistidos da história, chegando a mais de 100 milhões de visualizações em uma semana.

Mas o assunto aqui é moda. E claro que o cara também se vira muito bem no palco, nos tapetes vermelhos e etc. Famoso por combinações inusitadas (mas não exageradas), ele se mostra extremamente simples e inteligente. O mesmo tênis surrado, camisetas velhas e peças muito originais geralmente são combinadas com sabedoria, principalmente em relação as cores. Cortes e tamanhos seguem um excelente padrão, evitando roupas muito folgadas ou justas. A galeria abaixo mostra um pouco dessa originalidade do rapaz:


6 vezes que Neymar foi referência e 6 vezes que Neymar não foi referência

by Eduardo Lautert


A cerca de um mês da Copa do Mundo, os olhares de boa parte das pessoas começam a se voltar pra Rússia. E aproveitando o alvoroço que o maior torneio de futebol do planeta causa, a gente se volta para aquele que talvez represente a nossa maior esperança de hexa: Neymar.

Craque, gênio da bola e sem dúvida um dos principais nomes da Copa, Neymar Jr é também conhecido pelo estilo ousado dentro e fora de campo. Mas calma, o nosso 10 também tem momentos inspirados, que representam muito melhor a elegância que ele demonstra com a bola no pé.

Dito isso, aqui vão os 6 piores e os 6 melhores momentos de Neymar quando o assunto é moda:


O estilo do Met Gala 2018

by Eduardo Lautert


Como muitos devem ter visto, aconteceu no último domingo, em Nova York, o Met Gala - um dos mais importantes eventos de moda e arte do mundo.

Todo ano o baile do Met arrecada fundos para o Costume Institute - que preserva um acervo de milhares de roupas e acessórios de diferentes épocas e diferentes etnias. Esse ano, além de apoiar essa causa, o evento também serviu como prévia da grande exposição "Heavenly Bodies: Fashion and the Catholic Imagination", que abriu nessa semana no próprio Met e se tornou tema de grande parte dos figurinos.

Ou seja, tudo isso para dizer que muitos dos figurinos que veremos abaixo são inspirados na temática religiosa da exposição. Justificando (em tese) a presença de ornamentos, brilhos e demais características por vezes consideradas exageradas.

Vamos aos figurinos:


Referência pra homem: George Cortina

by Eduardo Lautert


Quarta-feira vocês já sabem como funciona. É dia de referência por aqui.

E hoje vamos falar sobre uma cara já conhecida por muitos apreciadores da moda contemporânea: George Cortina. Ele é modelo e stylist e uma das figuras mais vistas no mundo da moda hoje em dia. Isso porque além de stylist modelo nas horas vagas, ele também é figura carimbada nos principais sites e blogs especializados.

Assim como vários exemplos que demos por aqui, ele representa muito bem aquela história de que homem mais velho pode ser elegante e referência de bom gosto.

Cortina é um cara que sabe como se vestir. Sem exageros de cores ou estampas, ele passa a ideia de um homem sério, mas com roupas que esbanjam personalidade e criatividade. Sim, criatividade. Porque por mais que ele aposte seguidamente em visuais mais sérios, ele consegue combinar cores com muita categoria e precisão, utilizando itens certeiros sem precisar chamar atenção pelo excesso - a não ser que seja de elegância.