Thelonious Monk e Dan Stevens: aniversariantes do dia

by Eduardo Lautert


E a sexta termina com um aniversário duplo mais do que especial.

Um dos heróis do jazz. E se é do jazz, é do estilo também. Porque, como todos sabem, o jazz é um dos gêneros mais elegantes da música. Ao lado de caras como John Coltrane, Miles Davis e Charlie Parker, ajudou a difundir o jazz e "popularizá-lo". Sua elegância era notável. Fosse para trajar os mais alinhados ternos, fosse para desferir seus golpes nas teclas do piano. Se estivesse vivo até hoje, Monk completaria 97 anos de vida. Uma vida dedicada ao jazz e à música. Com muito estilo, claro.

Ele já foi o homem mais vestido da Grã-Bretanha. Na verdade, pode muito bem continuar sendo. Acontece que a GQ Britânica decidiu substituí-lo por caras como David Gandy, Benedict Cumberbatch e Eddie Redmayne. Nada mal, é claro. Suas aparições públicas são sempre garantia de ternos caprichadíssimos e toda aquela classe que só os britânicos possuem. Sua carreira? Vai muito bem, obrigado. O sucesso de "Downton Abbey" o colocou em grandes produções e fez dele um verdadeiro ícone de estilo. Tudo isso com apenas 32 anos.