O estilo do Met Gala 2019

by Eduardo Lautert


#Sextou, minha gente. E sim, a gente vai aproveitar o clima de pré-fim de semana para falar sobre o Met Gala.

Aconteceu no último dia 6, no Metropolitan Museum Of Art - em Nova York, mais uma edição de um dos eventos de gala mais importantes da moda internacional. Todo ano, na primeira segunda-feira do mês de maio, o baile reúne celebridades, designers e um grande catálogo de influencers internacionais para lançar a nova exposição do museu e também arrecadar fundos para o departamento de moda do mesmo.

Todo ano também é estipulado um dress code (que pode ou não ser seguido). Para esse ano o tema era baseado no ensaio “Notes On Camp”, da socióloga Susan Sontag, que estuda o amor das pessoas pelo extravagante e o não natural. Na moda, isso se expressa através de visuais extravagantes e irônicos, indo muito além do tradicional black tie.

A gente podia tecer uma centena de comentários sobre o exagero e a ousadia dos looks. Poderíamos reforçar aquela ideia de que o simples muitas vezes é a melhor alternativa e o corte que respeita as medidas do corpo é o ideal. Mas o Baile do Met é diferente, tem outra proposta e uma causa muito importante por trás.

Sendo assim, não vamos comentar os looks. Apenas apreciar o bom humor e a criatividade de cada um enquanto esperamos a chegada de mais um abençoado final de semana.