Gravata de verão

by Eduardo Lautert


Tudo bem que essa história de que o ano só começa depois do Carnaval é uma grande bobagem. Mas acontece que é a partir de hoje que o pessoal entra de vez no ano. O período entre Ano Novo e Carnaval, às vezes, nem conta.

E é pensando nisso que hoje temos uma dica para quem veste gravata para trabalhar. Se bem que ela também vale para aniversários, casamentos, formaturas e eventos ao ar livre, ou onde o traje não é assim tão formal.

As gravatas de verão são apenas um termo aqui criado para ilustrar aqueles modelos mais descolados, longe daquela coisa careta com cara de caixa de banco e advogado trabalhista. São opções mais animadas e, por que não, mais no clima do verão. Os modelos mais discretos, com uma ou duas cores, vão bem com camisas lisas ou estampadas. Para aquelas mais chamativas, com mais cores, o bom é não forçar a barra e tentar usar o restante do figurino sem estampas ou cores muito fortes.

Aquela ideia de roubar cor - por exemplo: gravata azul, preto e branco com camisa branca e terno azul - é sempre uma boa. Sempre lembrando que combinar estampas pode ser uma tarefa muito difícil, porém muito bem recompensada quando feita da maneira correta.