Pra baixinhos

by Eduardo Lautert


Pode até parecer bobagem e frescura, mas não é bem assim. Biótipos merecem cuidados na hora de se vestir.

É pensando nisso que hoje reunimos algumas dicas para os baixinhos. Lembrando que nada aqui deve servir como regra, apenas dicas e boas ideias.

Uma das coisas mais ditas neste departamento é em relação ao uso de cores parecidas. Tons semelhantes tendem a 'espichar' as pessoas, dando uma ideia de continuidade para o conjunto.

Na hora de escolher o terno, aconselha-se optar por modelos mais modernos, de um ou dois botões e lapelas alongadas. A gravata estreita também ajuda bastante.

A dica de evitar o contraste também vale para o cinto. Optar por modelos de cor semelhante ao resto da roupa ajuda a 'quebrar' menos o visual e consequentemente dar a mesma ideia de continuidade.

As famosas golas em 'v' também auxiliam bastante a alongar o corpo. Lembrando que é sempre bom ter cuidado com o V maiúsculo (muito grande).

Atenção também para as barras da calça. Aquele excesso de tecido que se forma quando a calça é muito comprida achata muito a pessoa. Por isso é sempre bom mantê-las certinhas, nem sobrando, nem muito acima do tornozelo.

As listras verticais, seja em ternos, camisas ou qualquer outro item, são uma das mais conhecidas manobras na hora de driblar a falta de altura. Elas dão a ideia de que o rapaz é mais longilíneo, além de serem bastante charmosas.