Os 10 jogadores mais elegantes da Copa do Mundo 2014

by Eduardo Lautert


A Copa terminou há quase uma semana e ainda deixa saudades. E para lembrar a Copa das Copas e um dos seus maiores legados, hoje, sexta-feira, lembramos dos mais elegantes jogadores que desfilaram pelos gramados do Brasil.

Andrea Pirlo - Itália

Não tinha como ficar de fora. Pirlo jogou muito, mas não conseguiu classificar a sua squadra para as fases finais da competição. Mas tudo bem, sua contribuição de classe e elegância foi mais do que suficiente.

Raul Meireles - Portugal

Apelidado por nós de 'Beckham rock'n'roll', Raul Meireles viu a sua pobre seleção ser eliminada com facilidade na primeira fase. Pena para os espectadores que ficaram sem a barba e o moicano mais imponentes do futebol.

Daniel Sturridge - Inglaterra

Esperança de gols da equipe inglesa, Sturridge não conseguiu ajudar a sua seleção a se classificar. Mas temos de elogiar a sua capacidade de passar a competição sem pintar o cabelo ou fazer formas geométricas na cabeça - como muitos outros durante a Copa.

Mario Yepes - Colômbia

Do alto dos seus 38 anos, Yepes viu a sua Colômbia cair de pé diante do Brasil. E com estilo, afinal ele se mostrou mais um adepto do coque.

Olivier Giroud - França

Ofuscado pelo talento e fama de Benzema, restou ao camisa 9 da França caprichar no topete para se destacar. E deu certo. Saiu com o posto de um dos mais elegantes da Copa.

Tim Howard - EUA

Dono do maior recorde de defesas em uma só partida (16 contra a Bélgica), Howard também viu a sua seleção cair de pé. Tudo isso a bordo de um visual moderno, com barba cheia e cabeça raspada.

Robin Van Persie - Holanda

Autor de um dos gols mais bonitos da competição, Van Persie liderou a Laranja Mecânica até o terceiro lugar. E fez mais. Mostrou que até jogador de futebol pode conviver com cabelos brancos ao invés de tingidos.

Luke Shaw - Inglaterra

Jovem promessa da lateral esquerda inglesa, Shaw participou de apenas uma partida pelo english team. Suficiente para desfilar com um corte de cabelo moderno e uma barba por fazer que servem de referência pra muita gente.

Panagiotis Kone - Grécia

Outro que arrancou aplausos pelo seu bom gosto no corte de cabelo, barba e tatuagens. Mesmo assim, Kone viu a sua seleção sucumbir na frente da Costa Rica na decisão de penaltis.

Matt Hummels - Alemanha

Hummels encantou o mundo pela sua imposição física e poder de marcação. E assim como a maioria dos seus compatriotas, esbanjou elegância com um visual simples, sem capelos pintados, cortes esquisitos ou barbas desenhadas. Não à toa que foi considerado um dos melhores da Copa.