Pete Townshend, Andrea Pirlo e Sam Smith: aniversariantes do dia

by Eduardo Lautert


Com a sua licença, temos três aniversariantes de muito respeito para a tarde de hoje.

Peter Dennis Blandford Townshend, o grande cara por trás de uma das bandas mais importantes da história do rock and roll: o The Who. Pete Townshend, além de quebrar guitarras e dar saltos acrobáticos em cima do palco, foi um dos expoentes do movimento Mod, muito popular durante os anos 60 na Grã-Bretanha. Aos 70 anos, Pete já deixou para trás a rebeldia dos tempos de garoto. Mas isso não tira dele o mérito de ser um dos guitarristas/músicos mais influentes da cultura moderna e um verdadeiro ícone de estilo de inúmeras gerações. Vida longa ao mestre.

Falar sobre elegância e Andrea Pirlo na mesma sentença é quase pleonasmo. Dentro e fora de campo, o meio-campista da Juventus e da seleção italiana demonstra uma classe sem igual, tanto na hora de bater na bola, quanto na hora de vestir outro uniforme que não o de jogo. Pirlo é o exemplo definitivo de que jogador de futebol não precisa andar com roupas espalhafatosas, literalmente causando por aí. Aos 36 anos e prestes a conquistar a sua terceira UEFA Champions League, ele mantém o posto de homem mais elegante do certame. Os outros são só os outros.

Só 22 anos e já o peso de ser considerado uma das maiores revelações da música inglesa em muitos anos. Nada disso parece tirar de Sam(uel) Frederick Smith a elegância, o estilo e o talento de um verdadeiro ícone do século 21. Tudo bem que ainda é cedo, o cara tem muita estrada pela frente, mas o carisma, o bom gosto e a autenticidade ajudam bastante. Que siga assim. Afinal, precisamos de mais ídolos com tamanhas qualidades.