O estilo do Oscar 2015

by Eduardo Lautert


Para muita gente, o dia de hoje marca o início do ano. Para nós, apenas o dia seguinte do maior prêmio do cinema internacional.

Para os desavisados, aconteceu ontem, em Los Angeles, a 87ª edição do Oscar. Com apresentação de Neil Patrick Harris e cheio de momentos emocionantes, engraçados e até inesquecíveis, a noite de ontem marcou também pela enorme elegância dos homens ali presentes.

E como foi prometido, aqui vão os destaques:

Há anos apontado por nós como um dos caras mais bem vestidos do mundo, Eddie Redmayne teve ontem o seu outro talento reconhecido. Vencedor do prêmio de Melhor Ator por "A Teoria de Tudo", Eddie subiu ao palco do Dolby Theatre trajando um smoking marinho de corte perfeito. Uma mostra do poder da alfaiataria inglesa.

O rapper/ator Common foi outro premiado na cerimônia. E não apenas pelo seu enorme talento na hora de vestir um blazer aveludado com tremendo estilo. Mas também pela sua música "Glory", composta em parceria com o cantor John Legend para o filme "Selma".

Miles Teller, que fez aniversário na sexta-feira, foi mais um que escolheu o azul marinho como cor predominante. E que sábia escolha. Simplicidade, carisma e um alfaiate de muito talento.

Chris Pine foi um exemplo de masculinidade na noite de ontem. Não só pelo smoking de abotoamento duplo, nem pela barba cheia de personalidade. Mas também por não esconder as lágrimas após a apresentação da música "Glory" por Common e John Legend.

Outro Chris que se destacou na noite do Oscar foi o já referência pra homem, Chris Pratt. Apostando na simplicidade e no clássico, o rapaz mostrou porque é um dos atores mais badalados do momento. Carisma, bom humor e claro, muita atenção para o figurino.

Outro que já foi referência por aqui e também volta ao nosso convívio na figura de destaque da noite de prêmios foi o inglês David Oyelowo. Vermelho? Concordamos que é um traje que existe enorme cuidado para não virar cafona. E David tomou todas as medidas necessárias. A começar pela excelente escolha de acessórios e alfaiate.

Channing Tatum pode até não ser um ícone de estilo 100% do tempo, mas não há como negar que, assim como caras como Bradley Cooper e Christian Bale, ele sabe vestir um terno para o tapete vermelho.

Ao mesmo tempo, temos caras como Benedict Cumberbatch, que sabe manter a elegância em qualquer momento. Mesmo optando por um blazer branco, o inglês, que para nós é um dos homens mais elegantes do planeta, se destaca. O segredo? Atenção para o corte do costume e ausência quase que total de detalhes que dispersem a atenção.

E o branco reinou mesmo no tapete vermelho do Oscar. A dupla Jeff Goldblum e Adrien Brody, de "Grande Hotel Budapeste" também seguiram a linha. O primeiro de forma mais sábia, pois pesou menos nos detalhes responsáveis por chamar muita atenção. Coisa que Brady mostrou menos cuidado ao vestir um blazer com detalhes em excesso na lapela e no bolso.

E por falar em chamar atenção, nosso resumo do que foi a 87ª edição do Oscar termina com um cara que é especialista no assunto. Muitas vezes, passando do ponto. Foi o caso de ontem, quando Jared Leto foi ao evento vestindo isso. Nada contra. Somos fãs do estilo único e cheio de personalidade do cara, mas azul bebê e sapato branco na principal noite do cinema...