O estilo do Lollapalooza Argentina 2015

by Eduardo Lautert


E não é que a uma semana da edição brasileira do Lollapalooza, a gente pode contar como foi a versão hermana do festival?

Pois é. Ele aconteceu no último fim de semana, no Hipódromo de San Isidro, próximo de Buenos Aires. E o line up, assim como na versão chilena e na brasileira, foi de peso.

Os destaques estão logo abaixo:

Uma das mais bandas eletrizantes ao vivo, os ingleses do Kasabian mostraram a irreverência e a elegância de sempre para sacudir o festival com os seus hits frenéticos.

Das boas novidades da música nos últimos anos, o Alt-J é uma das melhores. São canções de pura qualidade e sabedoria. O mesmo vale para o figurino do grupo.

Também das boas novidades da música, os Kongos trazem a criatividade nos arranjos e nas letras para as roupas. Um acerto, uma vez que eles conseguem fazer isso tudo sem exageros.

O Interpol é uma das bandas mais elegantes do rock há alguns bons anos. E muito disso se deve ao seu sempre impecável guitarrista Daniel Kessler. Puro estilo para tocar todos aqueles riffs encantadores.

Das atrações mais aguardadas da versão brazuca, os rapazes do Kooks também foram sinal de elegância britânica no palco do Lolla Argentina.

Grande ídolo do rock na atualidade, o "Midas" Jack White mais uma vez apostou na alfaiataria para subir ao palco do evento. Um acerto, como podemos ver, que contaminou até a banda de apoio.

Por último, mas nunca menos importante, tivemos uma das vozes mais características dos anos 70. Robert Plant pode até não ser um exemplo de estilo, mas quem se importa com tal figura em cima do palco?