O estilo do SAG Awards 2015

by Eduardo Lautert


E mais uma vez a nossa pauta do início de semana se volta ao tapete vermelho.

Aconteceu ontem, em Los Angeles, a 21ª edição do Screen Actors Guild, o popular SAG Awards. Organizado pelo sindicato dos atores dos Estados Unidos, o evento premia apenas categorias de atuação em televisão e cinema. E, como era de se imaginar, muita gente bem vestida passou por lá. Dá só uma olhada na nossa lista:

Mais uma vez vencedor, Eddie Redmayne também repetiu a dose e foi um dos mais elegantes da noite. Debaixo de um smoking clássico de abotoamento duplo, o ator mostrou novamente que o sangue inglês fala bem alto na hora de se vestir.

Outro que sempre merece destaque é Ethan Hawke (esquerda). Seu terno verde acinzentado foi uma escolha acertada para fugir do comum preto e branco sem chamar muita atenção. Seu companheiro de cena em "Boyhood", Ellar Coltrane, também fez bonito ao combinar tom sobre tom. Só faltou abrir o último botão do casaco.

Dispensar a gravata pode ser uma alternativa confortável e elegante. Mas para isso é necessário que o resto do figurino dê sustentação. Aprendam com Lenny Kravitz. O terno bem cortado, mesmo sem gravata, foi destaque.

Considerado por muitos um dos grandes e mais bem vestidos atores da sua geração, Adrien Brody não esteve no seu melhor dia. Tudo certo com o alinhamento do terno. Foi nos detalhes que ele pecou. Muitos contrastes e brilhos deixaram o visual um pouco confuso.

Justin Theroux é daqueles caras que pode vestir qualquer coisa que fica bem. Acostumado a jaquetas de couro e calças jeans, não abriu mão da bota para a cerimônia. Um acerto, já que trata-se de um modelo Chelsea, mais discreto e formal. Faltou, mais uma vez, diminuir a maquiagem do rosto.

Como é bom ver um homem com mais de 50 anos saber se comportar na hora de escolher o figurino. Steve Carell é um exemplo claro disso. Discreto e com os acessórios ideias. Sem falar na destemida e elegante barba grisalha.

Se é possível estar bem vestido mesmo usando armaduras e casacos de pele na série "Game of Thrones", o que é um simples tapete vermelho para Kit Harrington? Aliás, simples é a palavra. Smoking clássico, sem deslizes e exageros. Ou seja, perfeito.

Mais um interessante e inspirador exemplo de homem acima dos 50 que se mostra seguro na hora de se vestir. Michael Keaton repetiu a dose do Globo de Ouro e soube escolher um smoking impecável. Lapelas arredondadas e apenas um botão mostraram que mesmo aos 63 anos, Keaton ainda lembra o bom e velho Bruce Wayne.

Fechando a nossa galeria com aquele que foi o destaque desse tipo de evento no ano passado. Dizer que Matthew McConaughey errou no figurino seria exagero. Assim como afirmar que ele foi um dos destaques. Daremos um crédito pelo 2014 do cara e vamos esquecer que a escolha de ontem passou um pouco do ponto no quesito brilho e no tom forte demais. Ainda mais porque, com essa barba, pouco estilo não é o caso aqui.