Nós de cachecol: duas voltas

by Eduardo Lautert


Para marcar o início oficial do inverno, aqui vai mais um post da categoria 'nós de cachecol'.

Depois de falarmos do nó parisiense, hoje é a vez do nó... ok, esse até não tem uma nacionalidade. Nem um nome próprio. Mas pode ser chamado de 'nó de duas voltas'. É um dos mais simples. E ao mesmo tempo é um dos mais elegantes e que mais protegem do frio.

Diferente do parisiense, ele não é um nó na sua essência. São duas voltas em torno do pescoço, deixando as duas extremidades para frente. Se o cachecol é muito comprido, é possível dar mais voltas, porém evite o excesso, que cria muito volume e um resultado não tão bacana. Se for muito curto, uma volta já funciona.

Cachecol é que nem gravata. Um bom nó pode fazer toda a diferença.