Todos os Homens do Presidente - o filme

by Eduardo Lautert


Expandindo as nossas categorias sobre cinema, hoje damos início a uma abordagem mais nostálgica do assunto. Além de comentarmos o estilo de filmes novos e ainda nem lançados, vamos falar também sobre alguns títulos do passado, independente da época. O critério é contar com um figurino elegante.

E o escolhido para inaugurar essa nova fase foi o grande 'Todos os Homens do Presidente', de 1976. Dirigido por Alan J. Paluka, o filme concorreu a oito Oscars, incluindo melhor filme e melhor direção - venceu quatro: melhor roteiro adaptado, melhor ator coadjuvante (Jason Robars), direção de arte e som. Foi, sem dúvida nenhuma, um dos grandes marcos da história do cinema jornalístico e investigativo, sendo lembrado até hoje como um dos maiores filmes do gênero.

Estrelado pelos mestres Robert Redford e Dustin Hoffman, 'Todos os Homens do Presidente' conta a história de dois jornalistas do Washington Post e sua incansável investigação sobre 'Watergate', escândalo que levou o então presidente americano Richard Nixon a renunciar o cargo. Como é de se imaginar, em termos de figurino o filme também é uma obra prima. Além de contar com uma dupla elegantíssima como protagonista, somos premiados com belas combinações para tudo que é lado da redação do jornal. Da época em que jornalistas vestiam terno, gravata e usavam cabelos compridos e políticos corruptos pagavam o preço de seus crimes.

Mesmo se passando nos anos 70, 'Todos os Homens' revela dicas interessantes de moda que sobrevivem até os dias de hoje. Combinações inteligentes, peças elegantes e pouquíssimas tentativas de chamar a atenção com a roupa são o que predominam na tela. Além, é claro, de um baita filme.