Decoração pra homem: papel de parede

by Eduardo Lautert


A segunda-feira, último dia de novembro, começa com mais uma dica de decoração. Nem que seja só para 2016.

Papéis de parede são vítimas frequentes de preconceito por parte de muita gente. Há quem pense que tratam-se de opções cafonas e "pobres" para colorir (ou não) um ambiente. Acontece que nem sempre isso é verdade. Sim, existem muitos tipos que realmente se encaixam nessas definições, mas existem também diversas formas de decorar um espaço com uma boa escolha de papel de parede.

Obviamente muito vai do gosto da pessoa. Cores, formas, desenhos e texturas variam bastante. Recomenda-se primeiro associar a escolha do papel de parede com o ambiente a ser decorado. Não que a cozinha, por exemplo, deva ter uma parede cheia de desenhos de panelas e batedeiras, mas é interessante pensar nisso antes de tudo. Depois, vale pensar no longo prazo. Será que um quarto com tantas cores e desenhos não enjoa? Provavelmente sim. Mas provavelmente também fique elegante, diferente e criativo como os ambientes presentes na nossa galeria abaixo: