Jeans com jeans

by Eduardo Lautert


Antecipando o feriado do Dia do Trabalho, nossa pauta hoje se volta para esse tão amado item do nosso guarda-roupas e que tem origem nos uniformes de trabalho há mais de um século atrás. O assunto de hoje é jeans com jeans (ou jeans total).

Como sempre quando o assunto é combinar, tudo depende do tamanho, do corte e de uma boa dose de autocrítica. Explicamos: de nada adianta sair colocando um monte de peça de jeans e achar que vai ficar bonito porque leu que é tendência/é moda. Primeiro porque jeans com jeans nunca foi, vai ser ou deixará de ser tendência. É tudo uma questão de sensibilidade para incorporar o estilo, sem fugir da própria personalidade. Segundo que o tamanho e o corte das peças pode fazer toda diferença: uma jaqueta e uma calça largonas podem ficar chamativos de uma maneira equivocada. O contrário também: calças, camisas e jaquetas muito apertadas também não estão com nada, só evidenciam um exagero totalmente desnecessário. É bom evitar também peças com textura ou lavagem chamativa demais ou muito rasgadas.

Se achar estranho demais, um bom caminho é variar as cores. Jeans preto com jeans azul funciona muito bem. O mesmo com o branco, o marrom e assim por diante. Só não todos de uma vez.

Invista na combinação, lembrando que nem sempre ela pode dar certo. Mas quando dá, o resultado pode ficar assim: