As 10 campeãs mundiais mais bem vestidas

by Eduardo Lautert


Faltando exatamente uma semana para a Copa do Mundo, começamos hoje uma programação especial de contagem regressiva. Todos os dias, até o dia 12 (data de abertura do campeonato), posts relacionados ao torneio de seleções mais importante do mundo.

E para começar bem, hoje temos uma lista de peso. As 10 camisas mais bonitas da história das Copas. Detalhe: só entram campeãs.

Sem ordem. Afinal, todas aqui são vencedoras.

Apelidada de "La Furia", a Espanha venceu a Copa do Mundo de 2010 vestindo a sua tradicional camisa vermelha. Mas foi na final que ela mais se destacou pela elegância. Com um uniforme azul escuro, com detalhes em amarelo e vermelho, Casillas, Iniesta, Xavi e companhia foram campeões inéditos com muito estilo.

Provavelmente um dos uniformes vermelhos mais tradicionais da história. Wembley, 1966, palco onde a seleção da Inglaterra sagrou-se campeã pela primeira vez, colocando para sempre a camisa vermelha na história do país.

Em 1954 a Hugria presenciou o famoso "Milagre de Berna", no qual a Alemanha Ocidental se sagrou campeã com uma virada de 3 a 2 sobre o time da casa. Tudo isso vestindo um manto de muito respeito, com cordões na gola e detalhes discretos nas mangas e na gola.

Uma das melhores safras argentinas da história montou um timaço que vestia uma das camisetas mais bonitas do futebol. O ano era 1978 e a Adidas era a patrocinadora, criando um modelo minimalista com detalhes nas mangas, golas e calções. Destaque também para o uniforme do goleiro Fillol.

Para muitos, a seleção mais talentosa de todos os tempos. Para outros, a camisa mais importante da história do futebol. Em 1970, Pelé, Rivelino, Jairzinho e todo o elenco estelar comandado por Zagallo vestiram uma camisa amarela com pequenos detalhes em verde. Futebol e estilo que deixam saudades.

Carrascos de uma geração, a Itália de 1982 tirou o Brasil de Zico, Sócrates e Júnior vestindo a tradicional azurra. Azul, com discretos detalhes nas mangas e na gola polo. Um clássico de uma seleção histórica.

Em 1974, a Alemanha Ocidental foi responsável por parar a genial Laranja Mecânica - a Holanda de Cruyff e companhia. Vestindo uma camisa branca, com gola preta e detalhes nas mangas, Franz Beckenbauer ergueu a taça trajando um uniforme clássico e que nunca vai sair de moda.

México, 1986. Maradona lidera a Argentina em uma campanha praticamente impecável. No uniforme, as tradicionais listras azuis e brancas, que dessa vez aparecem mais claras, muito mais discretas. No peito, a tradicional grife Le Coq Sportif e um dos uniformes mais bonitos da seleção.

Muita gente esquece, mas o primeiro título do Brasil em Copas veio quando o selecionado brasileiro vestia azul e branco. Com Pelé e Garrincha juntos, os brasileiros venceram a sua primeira Copa em um uniforme que era puro estilo.

Responsáveis pela maior tragédia da história das Copas, o famoso Maracanaço, os uruguaios venceram a Copa de 1950 vestindo a sempre tradicional e elegante camisa celeste. Um uniforme que até hoje mete medo com muito estilo.