O estilo do Met Ball 2014

by Eduardo Lautert


Como a maioria de vocês deve ter visto via redes sociais e sites de 'notícia', aconteceu ontem, em Nova York, mais uma edição do tradicionalíssimo Met Ball, o baile beneficiente realizado pelo Metropolitan Museum of Art.

Com ingressos custando singelos 25 mil dólares e chefiado pela editora-chefe da revista Vogue, Anna Wintour, a festa recebe os principais nomes da cultura internacional. Astros do cinema, moda, música e esporte se juntam para uma noite de muitos flashes e figurinos caprichados. Pelo menos na teoria. Vamos a eles:

Apontado por muitos como um dos casais mais influentes da atualidade, Jay-Z e Beyoncé não decepcionaram. No caso específico do rapper e empersário, ele acertou em combinar peças discretas e simples com o smoking branco.

O casal Homem-Aranha também foi destaque. Andrew Garfield bem que poderia baixar o tom do blazer, escolhendo uma cor mais escura e menos destacada, mas nada que coloque o aracnídeo entre os piores da noite.

Bradley Cooper tem se tornado uma garantia de figurinos certeiros em ocasiões como essa. Na noite de ontem não foi diferente. Com um clássico fraque de colete e gravata brancos, Mr. Cooper mais uma vez se saiu muito bem.

Tecidos diferentes podem, em muitos casos, se revelar verdadeiros complicadores. Não foi o caso do craque Ryan Reynolds, que desferiu um smoking aveludado discreto e de perfeito caimento.

Com todo o sucesso de "Breaking Bad", é quase impossível criticar Bryan Cranston. Assim como Jay-Z, o ex-Walter White esbanjou sabedoria para combinar um blazer branco com enorme simplicidade.

Outro que nunca sai das nossas galerias é o inglês Benedict Cumberbatch. Sempre impecável, o ator soube vestir um fraque com toda a classe que o traje requer.

Mais uma acertada aposta no smoking branco. Depois de Matthew McConaughey e Jared Leto no Oscar, ficou fácil vestir um desses em público. O sempre ícone David Beckham foi mais um que tomou a acertada decisão de combiná-lo com peças discretas.

Gravatas e camisas de mesma tonalidade não são tão fáceis de combinar quanto parecem. O segredo muitas vezes pode estar no caimento e no feitio das mesmas. Tomem Sean Penn como exemplo de sabedoria para combinar camisa e gravata brancas.

Conhecido por suas escolhas discretas e até básicas, Joshua Jackson foi além na hora de optar por um blazer branco. Escolheu um modelo com detalhes nas lapelas, bolsos e botões. Arriscado, mas que graças ao perfeito caimento, deu certo.

Johnny Depp sendo Johnny Depp: bengala, correntes e um sapato pra lá de chamativo. Em qualquer outra circunstância, diríamos aqui que trata-se de uma overdose de acessórios desnecessários. Não quando se trata de quem os veste. Ousado? Sim, mas não para Johnny Depp.

Mesmo sendo marido da modelo mais famosa do mundo, o quarteback Tom Brady comete lá seus equívocos com o figurino. Como não esquecer do gritante blazer da edição passada do baile? Esse ano o resultado final foi digno do posto que ocupa. Só faltou diminuir o tamanho da gravata.