A volta do Queens Of The Stone Age

by Eduardo Lautert


Sim, eles voltaram. E com tudo.

Ok, muitos de vocês vão pensar "Tá, mas eles tocaram no Lollapalooza-BR, lá em abril". Verdade. Mas aquele foi mais um show de aquecimento, uma apresentação para matar a saudade da platéia brasileira e ir aquecendo os motores para o que estava por vir.

Lançado oficialmente na última terça-feira, o álbum '...Like Clockwork' é o principal responsável por essa tão esperada e, até agora, aclamada volta do QOTSA. Sem lançar disco novo desde 2007, a banda volta (me atrevo a dizer) mais forte do que nunca. Um Josh Homme mais comportado - na medida do possível - lidera seus companheiros a base de rock pesado e muito carisma. Falando em companheiros, a banda ganhou o acréscimo significativo do baterista Jon Theodore para o lugar de Joey Castillo. De resto, seguimos com a mesma coisa: guitarras pesadas, pauladas na bateria e canções profundas, daquelas que falam de sentimentos obscuros e depressivos - oriundos de um sério problema de saúde vivido por Homme no ano de 2010.

Na questão do estilo, os caras vão muito bem, obrigado. Dean Fertita, Michael Shuman e Troy Van Leeuwen lideram o ranking de estilo da banda trajando o figurino dark, porém classudo de sempre. Ternos bem cortados, jaquetas de couro, calças jeans envelhecidas e as mais chiques botas compõem o visual da banda na sua versão 2013.

Sorte nossa, que além de voltar a contar com uma das bandas mais talentosas dos últimos anos, podemos apreciar um visual cheio de atitude, personalidade e muito rock and roll.

Longa vida aos reis (ou rainhas).